Quantas chances de viver loucuras memoráveis a gente desperdiça com essa mania besta de pensar demais?!

Prefiro correr riscos do que me arrepender de não ter feito nada!


Abraça o que te faz sorrir!

sábado, 26 de novembro de 2011

Tudo é transitório...

Tumblr_ld6n3f06ip1qfr6jho1_500_large
A falta de definição, por si só, define a vida. Tudo é transitório, nossas manias, nossos pensamentos, nossos amores, nossos pontos de vista. Sabemos quem somos e o que sentimos, só não sabemos até quando.
Estamos em trânsito e a definição só virá quando não estivermos mais aqui para entende-la.

O importante...

"O que importa é a forma como a gente viveu e vive um sentimento. Não importa que 
nome ele tenha. Não importa se é um amor, um estar apaixonado, um gostar. O que 
importa é querer que aconteça. O que importa é querer que seja bom..."

Infinito...

A prova de que na vida, rótulos são dispensáveis e sentimentos inclassificáveis."

 "Sorrir com os olhos, falar pelos cotovelos, meter os pés pelas mãos. Em mim, a anatomia não faz o menor sentido. Sou do tipo que lê um toque, que observa com o coração e caminha com os pés da imaginação. Multiplico meus cinco sentidos por milhares e me proponho a descobrir todos os dias novas formas de sentir. Quero o cheiro da felicidade, o gosto da saudade, o olhar do novo, a voz da razão e o toque da ternura. Luto contra o óbvio, porque sei que dentro de mim há um infinito de possibilidades e embora sentimentos ruins também transitem por aqui, sei que devo conduzi-los com a força do pensamento até a porta de saída. Decidi não delegar função para cada coisa que eu quero. Nem definir o lugar adequado para tudo de bom que eu sinto. Nossos sentimentos são seres vivos e decidem sem nos consultar. A prova de que na vida, rótulos são dispensáveis e sentimentos inclassificáveis."

O mundo gira, as coisas mudam...


[...]Toda vez que eu fico em casa e você não vem, vem logo alguém pra me dizer que viu você com outro amor...
Um outro alguém com quem você saiu, vc dançou, quem sabe até vc amou...
Mas não ligo não, eu sei que é meu seu coração. Eu finjo não saber que alguém me procurou para dizer...
Mas só que um dia não vou mais ficar em casa esperando vc... estou bolando uma maneira pra fazer vc ficar em seu lugar!
Um dia sei que alguém, vai procurar vc e vai dizer que eu sai, que eu dançei, que arranjei  um novo amor. Talvez vc aprenda uma lição e nunca mais vá machucar meu coração, mas não ligue não pois ele é seu meu coração.
Um dia sei que vai chegar e vc não vai me enganar[...]

Existem tantas pessoas...

 chorando por alguém que não as quer; tantas pessoas esperando um dia - o dia - (sabe-se lá que dia é esse) para serem felizes, sentadas, reclamando da vida, da sorte e procurando desesperadamente por alguém que lhes tire dessa ansiedade, desse sofrimento, dessa carência pela vida e por si mesmas e dessa sensação de impotência diante daquilo que acham que poderiam lhes dar prazer ou lhes fazer felizes... são pessoas que não se olham, não se enxergam, não têm a mínima noção das infinitas opções que teriam se, ao invés de desperdiçarem suas vidas olhando para o que não têm, focassem sua energia para o que desejam, e agissem, e buscassem e tentassem ser felizes...

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Casos do acaso...


Havia uma garota que se odiava pelo fato de ser cega. Ela também odiava a todos, exceto seu namorado. Um dia ela disse que se pudesse ver o mundo, se casaria com seu namorado. Em um dia de sorte, alguém doou um par de olhos a ela.

Então o seu namorado perguntou:
― Agora que você pode ver, você se casa comigo?

A garota viu que ele era cego e chocada, disse:
― Eu sinto muito, mas não posso me casar com você, porque você é cego!

O namorado afastando-se dela em lágrimas, disse:
― Por favor, apenas cuide bem dos meus olhos, eles eram muito importantes pra mim.

PS: Porque as pessoas só lembram e só precisam das outras nos momentos dificeis, quando tal situação passa, tudo que vc recebe em troca é uma tremenda ingratidão! Não vire as costa á quem um dia já te levantou seja o melhor, faça o melhor! Fique em paz consigo mesmo!

Tão difícil...

Difícil é deixar pra lá, quando já se tornou importante demais.
Difícil é deixar pra lá, quando já se tornou importante demais.

E ainda querem q eu me comporte…

"Desde q eu era pequena eu via o Tarzan andar pelado, a Cinderela chegava meia noite, o Pinocchio mentia pra caramba, o Batman, meu Deuuus.. dirigia a 320km por hr, a Bela nem se fala, era uma vagaba, a Branca de neve morava com 7 homens, o Superman colocava a cueca por cima da calça e o Popeye só fumava mato… Me fala que exemplo que a gente teve com essas coisas? kkkkkkkkkkkkkkkkk"

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

A impossibilidade dos fatos.

Eu já nem invento mais historias pra poder dormi, a vida trata de me contar e me faz acordar. Por que o melhor de tudo é você senti que tem gente que ainda sente, tem gente que reconhece quem e o que você é... o bom é você senti que sua existência não é um mero acaso, que sua presença é notada, sua ausência é sentida e que você é especial. Porque na vida a gente tem que viver, tem que fazer o que tem vontade... Eu não me canso de dizer que permitir-se é o melhor a se fazer! orque será que algumas coisas acontecem nos momentos mais inoportunos? E tão de repente? Foi de tanto me acostumar em nada mudar que me choco quando algo tende a ser diferente. O problema é que a gente vai criando por aí afetos e desafetos que começam a fazer parte de quem somos conforme o tempo passa... por que tem gente que não se acostuma com quem realmente é, tem gente que insiste em magoar os outros como se magoar fosse algo literalmente simples de lidar... depois chega com aquela cara melodramática contagiando a todos que estão ali, por que na maioria das vezes os errados se tornam certos e os certos se tornam errados. Isso é fato descarado! [hahahahaha]Em caso de dúvida peça ao garçom mais um copo cheio de coragem pra ser o que quiser sem se importar com o que vão pensar a seu respeito. VIVA, VIVA E VIVAA! Como se o amanhã não existisse!Se não tem moral não fala. Como já diz o ditado: Quem fala o que quer escuta o que não quer... FATO! Não gosto de dramaturgia, coisas melosas e frescurinhas na hora de falar o que sinto, se sente então bota pra fora. Qual o problema disso? Adoro fingi que não estou entendendo a situação só pra poder ouvir a pessoa falar... adoro aquela cara vermelha, aquela sensação de mico e logo em seguida aquela boa risada! Porque quando não tenho nada pra dizer eu costumo rir [hahahahahahaha]...
Eu sonho em anda pelo mundo sem ter que explicar nada a ninguém, eu sonho em fazer o que eu quiser, e só parar quando tiver totalmente satisfeita; se a vida foi feita pra viver, então porque será que tem gente por aí que não viver? Porque tem gente que vive pra todos menos pra si mesmo? Nesse caso sinto muito, mais tomara que o egoísmo me consuma até que não reste mais nada, eu não quero doar tanto de mim se não recebo o mesmo me troca, minha vida sou eu... minhas atitudes a fazem... eu definitivamente não sou deus pra resolver os problemas de todo mundo, eu mal consigo resolver os meus. FATO!
Eu só peço que as forças da natureza me livrem de tudo que travem o riso, de tudo que me deixe sem viver! Eu não quero viver de mentirinha, eu não quero mitos em cima de verdades, amores rotulados e pessoas etiquetadas. Eu quero tudo o que é preciso pra viver, eu quero quebrar a cara mesmo já tendo sido avisada que aconteceria, é que eu quero senti aquele gosto que posso e nada pode me segurar. Vai ver, sou o tipo certo de garota errada! Deu pra entender?! Espero que não! Deixa assim... deixa quieto...deixa ser... deixa estar!
Bju a tooodos do meu brasil sil sil sil...

...Eu ando pelo mundo prestando atenção em coisas que não sei o nome...

E nesse mundo de incertezas, a única certeza que tenho é que nada ficará... tudo passa, tudo sempre vai passar! Só espero que essa alegria que eu sinto de viver nunca acabe, que ela permaneça e seja eterna enquanto durar. Eu não quero mais verdades inventadas, sorrisos mascarados e eu ‘te amo’ totalmente clichêrizados, eu quero palavras concretas, olho no olho, boca fechada quando não houver nada a dizer... eu quero uma vida simples e um tanto profana, eu quero seguir rumo ao sol, quero quebrar barreiras desafiar o perigo e viver como se nada mais importasse. Eu ainda não sei qual o segredo do sucesso, mas o segredo do fracasso com toda certeza é tentar agradar a todo mundo. Por isso seja livre, seja seu, seja meu, seja você, seja de quem quiser ser... Só seja... Seja definitivamente o melhor pra você, isso já basta! Por que o importante não é só viver... O importante é viver bem, eu aprendi aos trancos e barrancos que ser feliz não dói... Ser feliz acontece na mistura do acaso com a ocasião, o problema é que a gente costuma não dar muito valor ao que a vida oferece. A gente nunca se satisfaz com o que tem até que fique sem nada! Ah... quanta tolice, quanto desperdício de tempo... A gente viver ensaiando como será futuro, só que a vida não permite ensaios. A vida acontece e pronto, ela segue conforme a gente deixa... Então deixa, deixa... deixe que a vida te leve, me leve e nos embale conforme o ritmo tocado por ela! Porque é importante se permitir enquanto ainda se pode, é importante nunca desacreditar de si mesmo!
E na minha mistura de pensamentos soltos e amarrados eu tento lembrar e ao mesmo tempo esquecer de tudo que me vem no coração e na minha mente... Eu organizo palavras em versos e formalizo o que sinto, como se sentir já não bastasse! Eu preciso doar, compartilhar e expor pra alguém esses sentimentos que contraem os meus musculos e desassocegam minha alma. Sabe aquele choro na garganta, aquela ansia contínua de querer sempre mais do que se pode; aquele sorrisinho forçado, aquela vontade de mudar completamente tudo sempre que tiver vontade?! Essas são partes da minha loucura existêncial! São partes de um eu um tanto quanto contraditório, fases da lua ao meu ver... Fases que só eu consigo entender, minhas faces e fases no espelho, minhas caras e bocas, meus traços e retratos se tornam uma só matéria, uma completando a outra!
Rosemary Lima
 

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Fazemos o momento ou ele nos faz?

Você já se perguntou se somos nós que fazemos os momentos em nossas vidas ou se são os momentos da nossa vida nos fazem?
Se você pudesse voltar no tempo e mudar apenas uma coisa na sua vida, você mudaria? E se mudasse, será essa mudança tornaria a sua vida melhor? Ou será que ela acabaria partindo o seu coração? Ou partindo o coração de outro? Será que você escolheria um caminho totalmente diferente? Ou você só mudaria uma única coisa? Um único momento? Um momento que você sempre quis ter de volta.

Às vezes, nos fins de semana principalmente...

"Fiquei tão só, aos poucos. Fui afastando essas gentes assim menores, e não ficaram muitas outras. Às vezes, nos fins de semana principalmente, tiro o fone do gancho e escuto, para ver se não foi cortado. Não foi."

Apague minhas interrogações...

" Porque quando fecho os olhos, é você quem eu vejo; aos lados, em cima, embaixo, por fora e por dentro de mim. É você quem sorri, morde o lábio, fala grosso, conta histórias, me tira do sério, faz ares de palhaço, pinta segredos, ilumina o corredor por onde passo todos os dias. É agora que quero dividir maçãs, achar o fim do arco-íris, pisar sobre estrelas e acordar serena. É para já que preciso contar as descobertas, alisar seu peito, preparar uma massa, sentir seus cílios. Não quero saber de medo, paciência, tempo que vai chegar. Não negue, apareça. Seja forte. Porque é preciso coragem para me arriscar num futuro incerto. Não posso esperar. Tenho tudo pronto dentro de mim e uma alma que só sabe viver presentes. Sem esperas, sem amarras, sem receios, sem cobertas, sem sentido, sem passados. É preciso que você venha nesse exato momento. Abandone os antes. Chame do que quiser. Mas venha. Quero dividir meus erros, loucuras, beijos e chocolates. Apague minhas interrogações
C.F.A

Sobre o sorriso...

caios2:



Tirar um sorriso de alguém, é como ganhar um troféu. Para falar a verdade, não tem preço.
Tirar um sorriso de alguém é como ganhar um trófeu, não tem preço!

Imagine se a vida fosse como um teclado.

 Usaríamos as barras para separar momentos. Usaríamos o asteriscos nas entrelinhas, para podermos assim explicar os acontecimentos. Usaríamos as aspas para mostras as suposições. Poderíamos usar as vírgulas em momentos intensos, pontos finais para terminarmos histórias e as reticências para mostrar a continuação daquela página. Usaríamos o mouse para desenhar nossa trajetória. Daríamos f5 quando faltasse-nos força. Conseguiríamos calar as pessoas com um único Esc. Conseguiríamos fotografar momentos com o Print Screen SysRq. Usaríamos o Home e End para irmos para o começo ou o fim de uma história. Usaríamos com mais precisão as setas ↓↑→←. Conseguiríamos apagar coisas indesejáveis de nosso futuro com o delete ou mesmo apagar nosso passado com o Backspace. Usaríamos o Espaço para podermos prolongar momentos, os deixando assim mais duradouros. Usaríamos os números para aumentar amigos, aumentar amores, aumentar a felicidade e o dinheiro. Usaríamos as letras para escrevermos nosso futuro e o Caps Lock para aumentar certos momentos. Conseguiríamos mudar o momento de nossa história com o Tab. Daríamos enter nos momentos que acharíamos convenientes. Abriríamos parênteses, colchetes e chaves para guardamos lembranças que gostamos. Seria fácil assim ter um coração Alt+3. Porém, se a vida fosse um teclado de computador, não erraríamos, tudo seria milimétricamente programado e as pequenas conquistas que ganhamos seriam inúteis pois não haveria a guerra.  

Imagine se a vida fosse como um teclado. Usaríamos as barras para separar momentos. Usaríamos o asteriscos nas entrelinhas, para podermos assim explicar os acontecimentos. Usaríamos as aspas para mostras as suposições. Poderíamos usar as vírgulas em momentos intensos, pontos finais para terminarmos histórias e as reticências para mostrar a continuação daquela página. Usaríamos o mouse para desenhar nossa trajetória. Daríamos f5 quando faltasse-nos força. Conseguiríamos calar as pessoas com um único Esc. Conseguiríamos fotografar momentos com o Print Screen SysRq. Usaríamos o Home e End para irmos para o começo ou o fim de uma história. Usaríamos com mais precisão as setas ↓↑→←. Conseguiríamos apagar coisas indesejáveis de nosso futuro com o delete ou mesmo apagar nosso passado com o Backspace. Usaríamos o Espaço para podermos prolongar momentos, os deixando assim mais duradouros. Usaríamos os números para aumentar amigos, aumentar amores, aumentar a felicidade e o dinheiro. Usaríamos as letras para escrevermos nosso futuro e o Caps Lock para aumentar certos momentos. Conseguiríamos mudar o momento de nossa história com o Tab. Daríamos enter nos momentos que acharíamos convenientes. Abriríamos parênteses, colchetes e chaves para guardamos lembranças que gostamos. Seria fácil assim ter um coração Alt+3. Porém, se a vida fosse um teclado de computador, não erraríamos, tudo seria milimétricamente programado e as pequenas conquistas que ganhamos seriam inúteis pois não haveria a guerra.  

domingo, 20 de novembro de 2011

Aqueles versos...

"...Como menina-teimosa que sou, ainda insisto em desentortar os caminhos.
Em construir castelos sem pensar nos ventos.
Em buscar verdades enquanto elas tentam fugir de mim.
A manter meu buquê de sorrisos no rosto, sem perder a vontade de antes.
Porque aprendi, que a vida, apesar de bruta, é meio mágica.
Dá sempre pra tirar um coelho da cartola.
E lá vou eu, nas minhas tentativas, às vezes meio cegas, às vezes meio burras, tentar acertar os passos."
(Caio Fernando Abreu)

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O que não vale a pena...

Aprendi também que por mais que você queira muito alguém, ninguém vale tanto à pena a ponto de você deixar de se querer.

FATOO!

"Se for falar mal de mim me chame,
sei coisas terríveis a meu respeito."

A vida é complicada porque nós mulheres romantizamos tudo...

Ou quase tudo, ou justamente o que não deveríamos, a gente faz planos mesmo em cima dos silêncios deles, a gente vê beleza em cada sumiço, a gente vê olhares de amor no mais puro olhar de tesão, nós temos a mente completamente diferente da deles. Não precisa procurar no meio da multidão, coisas acontecem quando você desiste de procura-lás, posso me aproximar sem invadir seu espaço, mas posso me aproximar tanto que seja impossivel de não o invadir. Não há como garantir que não possa me esforçar em ser interessante sendo que o que eu quero é ser o melhor que você merece. E de tudo que posso ser pra você eu só pediria que nunca fugisse de mim, nem mesmo quando por alguma razão eu deixasse a máscara cair, eu irei segurar sua mão como quem segura a mão de alguém que esteja pendurado sobre um barranco. E seguirei por dias, semanas, meses tentando tocar o seu coração até que um dia eu consiga. E de nenhuma forma te prender, mas sentir medo de te perder, e jamais te limitar mas chorar quando decidir ir embora, e esperar suas mudanças naturalmente sem forçar você, roubar mil beijos seus quando você decidir ter alguma crise de raiva, tentar te acalmar e ser incapaz de causar algum sofrimento a você. E eu não somente diria que canta mal como cantaria com você, provando assim que existem pessoas que cantam horrivelmente, e que você não é a única, mas a que eu estaria disposta a escutar, e quando você decidir falar demais, que eu debrusse sua cabeça no meu ombro e escute tudo que tem a dizer, e quando for desastrado que haja fôlego para não morrermos de tanto rir. E que você sinta vontade de precisar de mim, mas não só quando houver necessidade, que você sinta isso mesmo tendo passado um dia inteiro comigo, que não veja e nem sinta as horas passando quando estiver ao meu lado, e que nunca seja o suficiente o tempo que passarmos juntos, que você sempre sinta vontade de mais, mais e mais. E que você suporte os meus defeitos e se sinta orgulhoso das minhas qualidades, e apesar de não ter uma beleza extrema, poder fazer com que você enxergue que gostar de alguém vai muito além de beleza fisica, e tentar também de algum jeito (infelizmente só tentar) fazer com que você não precise olhar em outras direções, porque seus olhos vão estar dentro dos meus. Eu quero sempre encontrar você, sejá lá aonde você estiver, e que eu consiga ser o seu perfeito, mesmo sendo imperfeito."

E tento ser só eu, simplesmente eu...

Aí eu tomo um banho bem quente, pra te espantar da minha pele. E canto bem alto, pra te espantar da minha alma. E escovo minha língua bem forte, pra separar seu gosto do meu. E quase vomito, pra parir você do meu fígado. E tento ser prática e parar de suspirar. E tento abrir a geladeira sem me perguntar o que eu poderia comprar pra te agradar. E tento me vestir sem carregar a esperança de esbarrar com você por aí. E tento ouvir uma música sem lembrar que você gosta de se esfregar de lado em mim. E tento colocar uma simples calcinha e não uma bala perdida pronta pra acertar você. E tento ser só eu, simplesmente eu, novamente, sem esse morador pentelho que resolveu acampar em mim. E nada disso adianta. E o esforço pra não fazer nada disso já é fazer tudo isso.


quinta-feira, 17 de novembro de 2011



Uma burrice enorme...

"E quanto mais e maiores motivos para não sentir, ele e a vida me dão... adivinhem? Sim, o amor cresce. Irresponsável, sem alimento, sem esperança e de uma burrice enorme. Ainda assim, forte e em crescimento"


Sinceramente...


"Eu não faço desfile de moda todos os segundos do meu dia porque me acho bonita sem precisar de chapinha, salto alto e peito de pomba.
Eu tenho pena das mulheres que correm o tempo todo atrás de se tornarem a melhor fruta de uma feira. Pra depois serem apalpadas e terem seus bagaços cuspidos
."

AMORES IMPOSSÍVEIS!

"(...) Desculpem o trocadilho infame, mas a vida é feita de altos e baixos. Altos, fortes, morenos, sensuais, possíveis e aquele baixinho, meio esquisito, que não sai da sua cabeça.
(...) E nada melhor do que as lacunas da improbabilidade para esquentar uma paixão. Nessas lacunas você tem espaço para criar a história como quiser, ganha poder, inventa. Ele é seu, seu personagem.
(...) Olha, faça um favor para mim, antes de tremer as pernas pelo inconquistável e apagar as luzes do mundo por um único brilho falso, olhe dentro de você e pergunte: estupidez, masoquismo ou medo de viver de verdade?"

Eu sou sim a pessoa...

Que some, que surta, que vai embora, que aparece do nada, que fica porque quer, que odeia a falta de oxigênio das obrigações, que encurta uma conversa besta, que estende um bom drama, que diz o que ninguém espera e salva uma noite, que estraga uma semana só pelo prazer de ser má e tirar as correntes da cobrança do meu peito. Que acha todo mundo meio feio, meio bobo, meio burro, meio perdido, meio sem alma, meio de plástico, meia bomba. E espera impaciente ser salva por uma metade meio interessante que me tire finalmente essa sensação de perna manca quando ando sozinha por aí, maldizendo a tudo e a todos. Eu só queria ser legal, ser boa, ser leve. Mas dá realmente pra ser assim?


Modernidade...

"Sou a princesa no alto do meu castelo. Não tenho tranças pra jogar mas tenho e -mail e celular."


Como sempre será...

Ele me aperta como sempre, até que algum ossinho da minha coluna estale, e me diz, como sempre também: "Que é que você tem que eu sempre largo tudo e venho te ver ?

Felicidade realista...

A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio. Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade. Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar É importante pensar-se ao extremo, buscar lá d entro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.
Mario Quintana

E se não tiver mês que vem?

(...) Me recordei rapidamente de todas as pessoas e coisas que perdi por ainda não estar preparada para elas, ou por ainda ter muita curiosidade de mundo e dificuldade em ser permanente...

Recordei de amigos e parentes distantes, aqueles que eu sempre deixo pra depois porque moram muito longe ou acabaram se tornando pessoas muito diferentes de mim, sempre penso “mês que vem faço contato com eles”. E se não tiver mês que vem?..."

Eu nunca vou entender...

(...)  porque a gente continua voltando pra casa querendo ser de alguém, ainda que a gente esteja um ao lado do outro. Eu nunca vou entender porque você é exatamente o que eu quero, eu sou exatamente o que você quer, mas as nossas exatidões não funcionam numa conta de mais...
Mas aí, daqui uns dias.... você vai me ligar. Querendo tomar aquele café de sempre, querendo me esconder como sempre, querendo me amar só enquanto você pode vulgarizar esse amor. Me querendo no escuro. E eu vou topar. Não porque seja uma idiota, não me dê valor ou não tenha nada melhor pra fazer. Apenas porque você me lembra o mistério da vida. Simplesmente porque é assim que a gente faz com a nossa própria existência: não entendemos nada, mas continuamos insistindo."

Tati Bernardi